Ferrari Portofino (Foto: Michelle Ferreira)

A Ferrari lançou o modelo mais acessível de sua gama durante o Salão de Frankfurt, na Alemanha. Mas não espere por preços amigos: o superesportivo deve ter o mesmo valor de seu antecessor, o California T, de 200 mil euros. No Brasil, a Portofino deve custar cerca de R$ 2 milhões. O nome Portofino vem de uma vila da Itália.

Com velocidade máxima de 320 km/h, o novo modelo da Ferrari tem motor V8 3.8 turbo de 600 cv e 77,4 kgfm. O conjunto mecânico que faz o superesportivo ir de 0 a 100 km/h em 3,5 segundos. A transmissão é de dupla embreagem e sete velocidades. A principal diferença em relação ao propulsor utilizado pela California T está na adoção de novos componentes e de um novo gerenciamento eletrônico do motor.

De acordo com a montadora, a Portofino é um modelo para ser dirigido todo dia com “prazer ao dirigir até mesmo em situações do dia a dia”. O porta-malas, por exemplo, foi redesenhado para comportar até duas malas pequenas, mesmo com a capota rebatida. Vale dizer que a capota é completamente aberta ou fechada em apenas 14 segundos.

Ferrari Portofino (Foto: Michelle Ferreira)

 

A Ferrari também é significante mais leve do que outros modelos da marca. Isso só foi possível com a adoção de componentes leves e novas técnicas de produção. Além disso, o fato de o superesportivo estar 40 cv mais potente do que a California T resultou em uma melhora significante de performance e redução de emissões. A dinâmica do modelo foi ainda beneficiada pela direção elétrica disponível pela primeira vez neste modelo, pela terceira geração do diferencial eletrônico e pela mais recente evolução do controle eletrônico de suspensão integrado ao ESP.

Leia +: Ferrari Portofino faz sua estreia no Salão de Frankfurt
Fonte: Revista Autoesporte

Tweet Ferrari Portofino (Foto: Michelle Ferreira) A Ferrari lançou o modelo mais acessível de sua gama durante o Salão de Frankfurt, na Alemanha. Mas não espere por preços amigos: o superesportivo deve ter o mesmo valor de seu...